O nosso “sim” no “sim” de Maria

(Vandeia Ramos)

Uma voz clama: “Preparai o caminho.” Começa o Advento, o período de espera em que Jesus vem ao nosso encontro. Colocamo-nos ao lado de Maria em expectativa. A atitude cristã de esperar não é passiva, mas de festa. Como Mãe, Nossa Senhora se preocupa com o que é necessário para o nascimento do seu filho. E nós, como estamos nos preparando e ajudando os nossos a se prepararem? É preciso estar com tudo pronto.
O evangelho de Lucas nos lembra que Ele não é bem vindo pelos que temem a justiça. Como uma criança inocente causa tanto desconforto? Aqui podemos pensar nos projetos pessoais e de grupos em defender acirradamente o controle de natalidade com métodos abortivos. Ainda hoje uma criança é uma ameaça à vida de tantos… Ainda hoje uma criança inspira medo em pessoas, famílias, instituições e projetos de vida e de governo.
Uma criança, sempre um presente de Deus, exige uma mudança de vida, o romper com o egoísmo, um sair de si e voltar-se para as necessidades de outra pessoa, a confiança em quem envia o presente, muitas vezes de modo heróico, como Nossa Senhora. Pensemos numa adolescente do meio do nada de Nazaré, recém-casada, sem pais, que o filho não é do marido, numa sociedade marcadamente patriarcal, legalista e de moralismo exigente.
Queremos muito de Deus, mas em que medida confiamos? Em que medida aceitamos o que Ele nos apresenta? Maria não responde o “sim” porque acredita em sua capacidade maternal ou em suas condições materiais. O “sim” de Maria é de quem acredita Naquele que lhe presenteia, que vai cuidar dela e de seu Filho, que vai garantir tudo o que for necessário. É neste “sim” que o nosso precisa ser vivido. É esta radicalidade que possibilita seu e o nosso ficar em pé perante Deus.
Sabemos de tudo que envolve nossa vida e dos nossos. Muitas vezes o que queremos está ao alcance do nosso “sim”, da nossa entrega, do dar o passo da fé sem se preocupar com as nossas condições e limitações. É na distância de uma perna que se encontra a realização do que Deus preparou para nós e o que quer realizar através de nós. A um passo, temos o cumprimento das promessas. Com um “sim”, o Espírito Santo paira sobre Maria e o Pai envia seu Filho. Com um “sim”, o Sol da Justiça brilha na humanidade, o futuro se torna presente, no qual nossos catecúmenos são inseridos na dinâmica da salvação.
Sabemos que nosso “sim” precisa ser constantemente renovado, seja no credo, seja na riqueza da liturgia, seja em cada encontro de catequese. Vamos aprendendo uns com os outros sobre o amor de Deus que se manifesta em nossa vida, superando nossas dificuldades e dando sentido a elas. Na comunidade, aprendemos e ensinamos a agradecer e a seguir, tendo a escuta constante da Palavra, bem como a participação na vida familiar do céu através dos sacramentos.
Não vamos sozinhos a Deus. Vamos juntos. Não anunciamos sozinhos a sua vinda, mas como Igreja, acompanhados por Nossa Senhora, no anúncio de quem entra em processo de abertura e preparação para a vinda do Salvador. É o encontro entre a vinda de Deus até nós e nossa elevação em oração.
Preparemo-nos com Maria para o Natal. Que seja vivido em família e em comunidade, como Igreja que aguarda a vinda de seu Salvador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s