Sobre

Catequista SheilaMeu nome é Sheila. Sou catequista por vocação e blogueira de coração!

Vou contar para vocês um pouquinho da história da “Catequista Sheila”, ou apenas “Tia Sheila”:

O meu chamado a ser catequista foi no ano de 1988, quando eu fazia Crisma.
Fiquei como auxiliar de Catequista e, no ano seguinte, trabalhei na coordenação da Crisma.
Época de grandes amizades…

FB_IMG_1465323125580
Eu fiz um retiro para catequistas em 1991, quando eu já era catequista em uma capelinha perto da minha casa:

No verso desta foto estava escrito o seguinte:
Sheila, foi apenas um encontro,
onde descobrimos que você é muito gente!
Com amizade e bênção,
Padre Luiz Carlos.
Dezembro/91”

Só que eu ainda não tinha maturidade na fé e minha vocação ainda não estava tão definida e eu abandonei a catequese pela primeira vez.
Fiquei um bom tempo afastada por motivos pessoais (tive meu filho em 1996) e quando retornei participei de outras pastorais.

Voltei à catequese em 1998 como auxiliar de catequista e trabalhei com duas turmas de adolescentes:


Esta época foi uma das mais difíceis da minha vida, mas foi onde mais aprendi o que era ser catequista.

Em 2001 fiz o Curso de Formação de Catequistas. Esta foto é do dia da formatura:

No final de 2002 me casei e me mudei para outro bairro e mais uma vez tive que trabalhar em outra paróquia.
Mas essa mudança foi uma bênção para mim, pois tive a oportunidade de trabalhar com um padre excepcional, não só como pároco, mas como um grande amigo e incentivador na minha caminhada de catequista.
Essas foram as duas turmas de adolescentes que Deus me confiou nesta nova paróquia:

Em 2005 tive minha filhinha e não peguei turma. Troquei de apartamento mais uma vez, então, enquanto levava meu filho para a Catequese e depois Perseverança, tentei me engajar na catequese da Paróquia onde ele participava, mas só consegui pegar turma em 2008.

Esta foi a minha turminha de catequese, que fez comunhão no início de 2010:

041b9-picture066

b0a0b-turminhaTenho um carinho especial por todos os meus catequizandos, pois me ajudaram a descobrir o quanto eu amo ser catequista!

Só que a nossa vida é feita de escolhas e catequista, mesmo que busque a santidade, é humano e está sujeito a tomar algumas decisões que a princípio parecem as mais certas, mas quando isso nos afasta da Eucaristia, nossa vida perde o sentido.
Então, eu precisei mais uma vez sair da catequese e mudei de paróquia novamente.

Nova paróquia, novo recomeço…

Já estou com minha segunda turminha de catequese nesta paróquia atual.
03a36-turminha3

E esses são os Catequistas que estão caminhando comigo agora:

FB_IMG_1456752837405

CYMERA_20160308_212158
Voltei a estudar, estou fazendo outro curso de formação, Escola Catequética Paroquial, que estou amando fazer, participo da Comunidade Filhos da Redenção e coloco meu futuro nas mãos do Senhor.

Deixo aqui meu testemunho para os catequistas que estão começando agora:

Ser catequista é uma bênção, é maravilhoso, mas também é uma prova de fogo, somos tentados a desistir a todo momento, mas se perseverarmos na oração, nos sacramentos da confissão e da Eucaristia, conseguiremos atender ao chamado de Deus e seremos sal e luz para muitos irmãozinhos que passarem pelas nossas vidas…

Um grande beijo e fiquem com Deus!

assinatura_1

Visite meus outros blogs: