Teatrinho – Dia das Crianças

nossa-senhora-aparecida-e-as-criancas

Personagens: Mãe, catequista, narradora e crianças.

(Sugestão: ser interpretado pelos catequistas)

– Narradora: Era uma vez 4 crianças que estavam esperando ansiosamente pelo seus presentes, pois era o Dia das Crianças. Foram para a catequese muito contentes…
– Catequista: Olá crianças, tudo bem? Vamos aprender um pouco mais sobre a grande data que comemoramos hoje. Alguém sabe qual é?
– Criança 1: Ah, essa é fácil, hoje é dia das crianças.
– Catequista: Sim, mas eu estou falando de outra comemoração…
– Criança 2: meu pai me disse que hoje também é comemorado o descobrimento da América.
– Catequista: Ainda não é isso o que eu quero…
– Criança 3: fala logo Tia, porque tipo assim, eu tô muito curiosa…
– Catequista:Hoje também é comemorado o dia de Nossa Senhora Aparecida! Padroeira do Brasil!
– Criança 4: dãã..Eu sabia essa aí..
– Catequista: A imagem de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada no Rio Paraíba, em 1717, pelos pescadores Domingos Garcia, Felipe Pedroso e João Alves. Eles subiam o rio e lançavam as redes sem muito sucesso próximo ao porto de Itaguaçu, até que recolheram o corpo da imagem. Na segunda tentativa, trouxeram a cabeça e, a partir desse momento, os peixes pareciam brotar ao redor do barco.
– Crianças: uuaauuuuhh!!!!
– Catequista: Durante 15 anos, Pedroso ficou com a imagem em sua casa. Em 1735, o vigário de Guaratinguetá construiu uma capela no alto do Morro dos Coqueiros. Em 1834 iniciou-se a construção da Basílica velha. No ano de 1929, o papa Pio XI proclamava a santa como Rainha do Brasil e sua padroeira oficial. Em 1955 teve inicio a construção da Basilica nova.
– Criança 1: Eu já fui lá! É muito legal!
– Criança 2: Tia, o dia das crianças tem relação com esse dia ai?
– Catequista: Na verdade não.
– Criança 3: Mas…Tipo assim, como surgiu então o dia das crianças?
– Catequista: O dia das crianças surgiu assim:
Na década de 1920, o deputado federal Galdino do Valle Filho teve a ideia de criar um dia em homenagem as crianças. Os deputados aprovaram e o dia 12 de outubro foi oficializado como Dia das Crianças pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº4867, de 5 de novembro de 1924.
Mas somente em 1960 é que a data passou a ser comemorada.
– Criança 4: em todos os países comemora-se o dia das crianças nesta data?
– Catequista: Bom, eu conheço apenas algumas datas: na Índia é comemorado em 15 de novembro, em Portugal e Moçambique é dia 1º de junho e na China e no Japão é comemorado dia 5 de maio
Ah, e não podemos esquecer que Jesus também foi criança.
– Criança 1: Foi?
– Catequista: Aham. Lá na Palestina as crianças brincavam de pique-esconde, de correr atrás do outro, de imitar o mestre, de faz de conta e de tantas outras coisas. Por isso devemos nos lembrar que Dia das Crianças é muito mais que presente, é sim muita diversão!
– Narradora: A catequese se encerra, as crianças saem felizes, pois aprenderam muitas coisas interessantes…Quando voltam para suas casas, correm para contar para as suas mães o que aprenderam hoje…
– Criança: Mãe, mãe, mãe…
– Mãe: nossa que animação é essa?
– Criança: a catequese hoje foi massa!
– Mãe: Ah é? Que legal!
– Criança: Aham. Aprendi sobre Nossa Senhora Aparecida e muito mais!
– Mãe: Que bom! Mas me responde uma coisa: o que você quer ganhar nesse dia tão especial?
– Criança: Mãe, na verdade, eu não quero brinquedo não. Eu quero é muita diversão!
Por isso quero todo mundo dançando comigo bem feliz!

(personagens se espalham pela Igreja e dançam com o povo)

(sugestão de música)
CRIANÇA FELIZ
Criança feliz,
feliz a cantar.
Alegre a embalar
seu sonho infantil.

Oh! Meu bom Jesus,
que a todos conduz.
Olhai as crianças.
Do nosso Brasil.

Crianças com alegria.
Qual um bando de andorinhas.
Viram Jesus que dizia.
Vinde a mim as criancinhas.

Hoje no céu um aceno.
Os anjos dizem amém.
Porque Jesus nazareno.
Foi criancinha também.

Elaborado por Caroline Moreira
Comunidade Nossa Senhora da Candelária.
Araraquara/SP

(Fonte)

Teatro – A Árvore da Vida

(Pe. Juarez Dalan e Maria Ercilia Livramento / Paróquia São Benedito – Jaçanã – São Paulo)

A Árvore da Vida

Personagens: Comentarista, Profeta, homem(Adão), mulher(Eva), Criança (protetora da árvore da vida), 3 pessoas representando as tentações, Jesus, 5 crianças coreografia (canto a escolha).

Comentarista: Deus criou o homem para a felicidade e para a vida plena. No entanto o homem preferiu o “paraíso” a seu modo. Quis decidir por conta própria, desobedeceu, rompendo com o projeto de Deus. As escolhas erradas do homem, desde a sua criação, destroem a harmonia no mundo e são a origem do mal. O desprezo ao desígnio de Deus traz desgraças e mortes.

(Entra a criança e um dos profetas do antigo testamento, posicionam-se no meio do altar, segurando um vaso com uma planta) deposita a sua frente com muito cuidado, diz:

Criança;  Deus ! sei que me confiastes a missão de cuidar da Árvore da Vida”. Mas não sei se conseguirei, ajuda-me, Senhor! (inundada pela força que veio de Deus) Ela sente-se forte e capaz, Mas…
Entram as três tentações de olho na árvore da vida, com o propósito de destruí-la, cercam a criança e a planta e tentam persuadi-la do propósito de zelar pela planta.

Tentação da abundância: Querida criança o que está fazendo?

Criança:
Deus, o meu Mestre e Senhor confiou-me uma difícil missão!

Tentação da abundância:
Que missão é essa (com desdém). Ora, deixe isso pra lá, venha temos algo bem mais importante para mostrar-lhe. A levaremos pelo caminho da realização material, podemos simplesmente lhe dar tudo o que mais deseja, uma mesa farta, muitos brinquedos, roupas novas, enfim, o mundo a seus pés.

Criança:
Bem… Tudo isso é muito bom, mas… Não posso! Tenho que continuar a minha missão.

Profeta:
Isso! Minha pequena criança, ouça a voz do seu coração.

Jesus (voz) “
Nem só de pão vive o homem”. Sua realização não está no acúmulo de bens, mas na partilha da vida e na comunhão com o Pai.

Tentação do Egoísmo:
Criança ! faça o que quiser, cuide de si mesma, não se preocupe com os outros. Obedeça a si mesma. Que história é essa de cuidar da vida! Use seus dons para saciar seus desejos, sua vaidade; para brilhar!

Profeta:
Pare!

Jesus (voz):
“Não tentarás o Senhor teu Deus” Deixemo-nos conduzir pelo caminho da vida. Não nascemos por acaso , mas por amor e desígnio de Deus.

Tentação do Poder e da Riqueza:
Minha criança, Abandone a vida e escolha o poder, a exploração e a riqueza, a dominação . O consumismo é um deus bem mais atraente.

Jesus (voz)
Basta ! “Só adorarás ao Senhor, teu Deus” Devemos nos afastar de toda ganância, toda maldade que domina a vida humana. No meu reino poder é serviço e grandeza é humildade.

Profeta:
Devemos cuidar uns dos outros. A vida é preciosa e frágil. Desde a fecundação até seu fim natural, ela deve ser acolhida, amada e respeitada.
Entram a mulher e o homem.

Mulher: (
Entra e se coloca ao lado da criança). O útero materno é ninho da vida, jamais cemitério pela prática do aborto.

Homem 
Nós cristãos, devemos lutar para que o direito à vida seja respeitado. Quantas crianças têm sido jogadas fora por suas mães. Quantas vidas se perdem pela violência de uma sociedade que se importa apenas com bens materiais.

Mulher:
Quantas vidas simplesmente passam esquecidas debaixo de viadutos e nas periferias das cidades.

Criança:
Não adianta, vocês não irão conseguir acabar com a árvore da vida, ela foi plantada pelo Deus da vida , por isso devo fazer a minha parte, protegê-la de todo o coração.
As tentações caem e a criança levanta a árvore da vida .

Jesus:
Entra em cena. Diz : Vim ao mundo para libertar-vos das trevas da morte e dar-vos a minha própria vida para que a tenham em abundância.

Criança:
Nada justifica a eliminação da vida inocente, fraca e indefesa.

Comentarista: Não criamos a vida, mas temos o tremendo poder de destruí-la, pelo descuido, pela imprudência e pela ganância sistemática. Agredimos o meio ambiente, poluímos a casa onde a vida mora, agredimos a família, berço natural da convivência e da comunhão entre as pessoas. Enfim o Senhor Deus pôs à nossa frente dois caminhos diferentes, o bem e o mal, a vida e a morte. Contigo, Senhor, queremos escolher a vida, queremos viver e deixar a casa em ordem para que as gerações futuras também vivam.

Profeta:
A vida é uma oportunidade, viva-a!

Homem:
A vida é um desafio, enfrente-o!

Criança:
Devemos dar a nossa contribuição, para que a cultura de morte seja substituída pela civilização do amor que globalize a solidariedade.

Jesus:
O mistério Pascal revela-nos a vitória definitiva do nosso Deus sobre a morte.

Todos :
Escolhe pois a vida.

Alguém falando, ou entrando com uma frase grande na mão que diga:

NOSSA MISSÃO, CUIDAR DA VIDA E DO MUNDO, A CASA DA VIDA.

(Fonte)

Sugestões de Teatro para o Dia dos Pais

imagem-dia-dos-pais-atividades-colorir_thumb2

Peça para turma de 7-10 anos

Cenário: sala ( sofá e mesinha)
Personagens: 4 crianças – superman,Batman. Aladim e Pai, criança da pré

1ª. Criança: Ai… como eu queria ter o Superman do meu lado.

2ª. Criança: Superman, por quê?

l’ Criança: Ah, ele é tão forte, poderia me levar voando pra todo lugar, me proteger dos perigos e tantas outras coisas, além de que, todo mundo iria me admirar, me respeitar…

3ª. Criança: Já que é assim, eu queria ter o Batman ao meu lado, pelo menos é mais moderno. em vez de voar eu teria um carro super possante e todos me respeitariam também!

2ª. Criança: Que super herói nada, eu quero ter o Aladim com sua lâmpada mágica e realizar todos os meus desejos!

4ª. Criança: Eu tenho todos esses heróis juntos. Me leva voando rapidinho, em todos os lugares que devo ir, participa comigo de bat-aventuras e realiza todos os desejos que são necessários para minha vida.

Todos: Como? Quem?

4ª. Criança: É o meu super ??????? PAI! (entra a criança vestida de pai)

Todos: Papai, você é o meu herói!!!!

criancasbarrinha

JOGRAL: DIA DOS PAIS

(Entram 3 crianças com as letras P,  A,  I penduradas na camisa e falam as seguintes frases intercaladas)

1- Pai: Três letras que significam muito para um filho.
2- É aquela pessoa que está pronta a qualquer momento, para suprir as necessidades do filho.
3- É aquela pessoa que trabalha, para trazer o sustento ao lar.
1- É aquela pessoa que vibra a cada vitória do filho.
2- É aquele homem que acompanha a cada degrau do filho, rumo a vitória.
3- É aquela pessoa que vendo obstáculos, supera-os com muita gana, por amor aos seus filhos.
1- É aquele que quer ver seu filho melhor que si mesmo
2- É aquela pessoa que se preocupa com o futuro dos filhos.
3- Enfim é aquele que participa da vida de seu filho.
TODOS – Esta foi uma singular homenagem a todos os Papais aqui presentes.  Parabéns, hoje e sempre!

criancasbarrinha

HOJE É TEU DIA… ESCUTA PAPAI

(Jogral)
MENINAS – Pela mãe que escolheste para mim…
TODOS – Eu te agradeço papai!
MENINOS Pelo meu lar e pedacinho do céu, que os dois construíram…
TODOS – Eu te agradeço, papai!
MENINAS – Pelo beijo que me dás, cada manhã, quando vais para o trabalho…
TODOS – Eu te agradeço papai!
MENINOS Pelo meu primeiro livro, quando entrei na escola…
TODOS – Eu te agradeço papai!
MENINAS Pelas broncas que me ‘das, de vez em quando ou de vez em sempre…
TODOS- Eu te agradeço, papai!
MENINOS- Pelas tardes de sábado, domingo ou feriado que ficas em nossa companhia…
TODOS – Eu te agradeço, papai!
MENINAS- Pelo nome honrado que herdei, pelo que tenho parecido contigo…
TODOS – Eu te agradeço, papai!
MENINOS Porque tu és bom generoso, terno, amigos, trabalhador e corajoso…
TODOS – Eu te agradeço, papai!
MENINAS Porque em tudo és um verdadeiro exemplo para a família e amigos…
TODOS Eu te agradeço, papai!
MENINOS Porque tu me ensinastes o caminho do bem e do viver…
TODOS Eu te agradeço, papai!
TODOS Nós te agradecemos, Papai do céu, e Te pedimos que abençoes ricamente o nosso papai, hoje e sempre. Amém!

criancasbarrinha

Teatro para o Dia dos Pais – de Emílio Carlos

(As crianças entram e cada uma faz uma fala. Outra opção é todas falarem juntas. Enquanto falam elas fazem gestos de mímica que ilustrem o que elas estão falando)

Quando eu era pequenino
Você me segurou
Com suas mãos grandes e fortes
Você me amparou.
A luz forte do hospital
Eu abri os olhos meio assim
E naquela hora eu pude ver
Que você sorriu pra mim
Você me levou pra casa
Cuidou da mamãe e de mim
E no meio da madrugada
Vinha sempre olhar pra mim
Quando eu comecei a falar
Eu também te chamava
Dizia “pa” e depois “papa”
Dizia papai e te abraçava
Quando eu comecei a andar
Segurava forte na sua mão
E me equilibrava meio sem jeito
Pra não cair no chão
Na hora em que eu me machucava
Era pra mamãe que eu corria
Mas na hora de fazer farra
Era você que eu queria
A gente já soltou pipa,
Até andou de bicicleta
E se lembra de quando
Eu vesti sua cueca?
Brincou de cavalinho
Jogou bola de montão
E se lembra de quando
Fomos ao parque de diversão?
Nesse dia de alegria
Tenho uma coisa a dizer:
Quando eu crescer
quero ser igual a você!

feliz-dias-dos-pais

 

(Fonte/editado)