Catequista, adorador em espírito e verdade

(Vandeia Ramos)


Chegou Jesus a uma cidade do Brasil, a sua, em que tinha uma Igreja no centro, a partir da qual as casas foram construídas. E sentou-se na praça. Era em torno da hora do almoço e todos estavam cuidando de sua própria vida. Chegou uma jovem que foi comprar água, pois tinha acabado em casa e todos precisavam beber. Jesus a encontra e pede um pouco de sua garrafa, pois seus discípulos tinham ido providenciar um lanche e ainda não tinham voltado.
A jovem, com pouca roupa por causa do calor e em uma moda que muitos discutiriam, com marcas no corpo, desconfiou Daquele que lhe pedia. Estava tão acostumada a ser vista com desprezo que se fechava em si mesma. E questiona como que Aquele Homem poderia dirigir a palavra à ela.
Jesus lhes responde: se conhecesses o dom de Deus, não se preocuparia com a fala dos demais, pois somente Deus basta! E o sorriso iluminaria toda a sua pessoa, mesmo que não viesse ao seu rosto. A jovem responde: Senhor, não me conheces, à minha família, meus vizinhos ou mesmo as pessoas deste bairro, como podes saber o que é bom para nós?
Jesus lhes responde: quem se alimenta do Pão do Céu não terá mais fome nem medo, pois nada mais poderá abalar. Não são problemas com água ou com vírus, pois todos eles vão passar. Precisamos cuidar da criação, das pessoas, com a sabedoria que é dom de Deus, para que possamos viver melhor e cuidar do Jardim. É no cuidar e no guardar o que lhes foi dado que poderá passar pelas situações difíceis e mesmo limites.
A mulher disse a Jesus: Senhor, dai-me deste Pão, para que nem eu nem minha família soframos com a contaminação da água nem com a proliferação de vírus e outras doenças, e assim não precise me expor na rua para buscar água e comida.
Jesus lhes disse: vá buscar seus amigos. Ela respondeu: não tenho amigos, todos se foram quando começaram as dificuldades e precisei ficar em casa para cuidar das pessoas mais idosas da minha família. Jesus disse: disseste bem, não tens mais amigos; tiveste muitos, quando deixastes as pessoas mais importantes por diversão e falsas companhias, enfraquecendo sua pessoa, seu corpo, e deixando a todos em situações de espera. A jovem: Senhor, sabes tudo, deves ser um religioso, mas conheci muitos que não foram fiéis a Deus e ao que anunciavam.
Jesus: meu discípulo Paulo já anunciou que estou voltando, e estou aqui agora, para que cada um faça sua escolha fundamental pelo que realmente é importante em sua vida, em um passo definitivo para a eternidade. É preciso que sejas luz do mundo para que Meu Espírito brilhe com a Verdade. Não em notícias fakes ou indiferença com os que mais precisam. É preciso que tenhais responsabilidade e cuidado com os que estão à sua volta – neles terás minha Presença.
Os discípulos chegaram e perguntaram por que Jesus falava com aquela jovem, que parecia mais preocupada consigo mesma. A jovem, no caminho de casa, saiu falando para todos de sua conversa, e muitos saíram para ir ao Encontro de Jesus, buscando o Pão do Céu.
Jesus disse aos seus discípulos: é em momentos de crise que se pode conhecer meus amigos, os que fazem a vontade do Pai, que servem junto com os demais nas inúmeras necessidades, como atendendo os doentes em hospitais e em casa, ajudando com o alimento, informando na verdade, sendo esperança quando o desespero está à porta de tantos… Muitos acreditam porque uma jovem testemunha seu encontro com Jesus, como fazemos na catequese.
No entanto, em muitas cidades a catequese e os serviços pastorais estão sendo suspensos. Há um drama acontecendo e é preciso que estejamos atentos às orientações de nossos bispos e autoridades da saúde. É o momento pelo qual nos preparamos em nosso alimento semanal, no Pão que recebemos. A messe aguarda os operários para que sirvam de acordo com o momento pontual que estamos enfrentando.
É importante que sejamos testemunhas no mundo de que o Senhor está presente entre nós. Então, não fechemos nosso coração e ouçamos hoje a voz de Deus! Que Nossa Senhora traga a cada um de nós em seu Imaculado Coração, para que possamos fazer o que seu Filho nos disser!

Maria, a Mãe do Salvador

O PLANO DO AMOR DE DEUS, NO NOVO TESTAMENTO

Nós já sabemos que Deus preparou o povo hebreu para a vinda do Salvador. Vários profetas anunciavam a vinda do Messias. Um deles, o profeta Isaías, disse: “Eis que uma Virgem dará à luz um menino e lhe dará o nome de Emanuel, que quer dizer: Deus conosco” (Is 7, 14)
Então, como se pode ver, desde o Antigo Testamento Deus quis que seu Filho nascesse de uma mulher. Porém, esta mulher deveria ser muito especial. Para isso, Deus preparou de modo único a mãe do Salvador, Maria Santíssima.
Maria foi concebida sem pecado original, isto é, desde que foi concebida por seus pais, Ana e Joaquim, Maria foi pura e sem mancha, como no início da criação, antes do pecado original.
Nossa Senhora foi criada dentro dos costumes do povo judeu e, desde menina manifestou um amor muito grande a Deus. Morava na cidade de Nazaré e quando cresceu foi prometida em casamento a José, judeu piedoso e temente a Deus. O noivado dos judeus era compromisso seríssimo, com juramento de fidelidade igual ao casamento. Mas a noiva só era recebida pelo noivo um ano depois, quando, então passavam a morar na mesma casa.
No entanto, nem Nossa Senhora e nem seus pais sabiam que Deus tinha um plano especial para ela.

Por isso, quando chegou o tempo determinado, Deus enviou o Anjo Gabriel para dizer-lhe que ela seria a Mãe do Salvador. Com a surpresa de Maria, o anjo lhe explicou: “O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso, o ente santo que nascer de ti, será chamado Filho de Deus.” Maria, cheia de fé e confiando na promessa de Deus respondeu: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1, 26-36)
E, numa submissão humilde, Maria obedeceu a Deus, concebendo Jesus, nosso Salvador.
Jesus é, portanto, verdadeiro Deus pois foi concebido pelo Espírito Santo e verdadeiro homem, pois é filho de uma mulher, Maria.

E o que aconteceu a José? Quando percebeu que Maria estava grávida, resolveu se afastar, para não ter que entregá-la como adúltera às autoridades judaicas, mas um anjo o avisou em sonho que recebesse Maria como esposa, pois ela havia concebido o Salvador do mundo. (Mt 1, 18-25)
José, então, a recebe em sua casa e ambos vivem uma vida casta, totalmente consagrada a Deus e assim permaneceram durante toda a vida.
São José é pai adotivo de Jesus. Foi seu protetor e também protetor da Sagrada Família.
Santa Maria é a mãe de Deus, Rainha dos Anjos, Rainha do céu e da terra. É a mãe de Jesus e nossa mãe.

Por causa do seu SIM a Deus, que nos trouxe a verdadeira vida, Maria é a mais feliz de todas as mulheres. Maria é verdadeiramente a mãe de Deus, pois seu único filho, Jesus, é o Filho de Deus.

Vamos celebrar:

Catequista: Maria é a Mãe de Jesus e nossa mãe. O povo cristão possui um amor especial à ela e a oração mais conhecida de Nossa Senhora é a AVE MARIA, que agora rezaremos com muito amor!

Leitor 1: Deus Pai quis que a Virgem Maria fosse sem pecado, plena de graça.
Todos: AVE MARIA, CHEIA DE GRAÇA. O SENHOR É CONVOSCO.

Leitor 2: Após o anúncio do anjo, Maria visita sua prima Isabel que também esperava um filho. Aquele menino era João Batista. Nós saudamos Maria Santíssima com a alegria de Isabel.
Todos: BENDITA SOIS VÓS ENTRE AS MULHERES E BENDITO É O FRUTO DO VOSSO VENTRE, JESUS.

Leitor 3: Maria Santíssima é Mãe de Deus e nossa também e, como mãe, intercede por todos nós junto a Jesus.
Todos: SANTA MARIA, MÃE DE DEUS. ROGAI POR NÓS, PECADORES.

Leitor 4: Em todos os momentos de nossa vida Maria deve estar sempre presente.
Todos: AGORA E NA HORA DE NOSSA MORTE. AMÉM.

(Sugestão de canto: A Escolhida)

Atividades:

1) Você ficou conhecendo um pouco mais a Mãe de Jesus. Então complete abaixo a ficha de Maria Santíssima:

NOME: _____________________________________
FILIAÇÃO:__________________________________
NOME DO SEU ESPOSO: ________________________
PROFISSÃO DO SEU ESPOSO: ____________________
CIDADE EM QUE MORAVA: ______________________
QUAL FOI A GRANDE MISSÃO DE MARIA?___________
____________________________________________

2) Lendo a Bíblia:
Ache em sua Bíblia o diálogo entre o Anjo Gabriel e a Virgem Maria e transcreva os versículos 35-38 do capítulo 1 do Evangelho de São Lucas:

3) A exemplo da Santíssima Virgem, vimos que devemos nos esforçar para fazer sempre a vontade de Deus. E você? O que pode fazer para realizar a vontade de Deus em sua vida?

4) Maria possui muitos nomes, conforme o povo cristão queira homenageá-la. Mas ela é uma só. Quais os títulos de nossa Senhora que você conhece? e por que ela recebeu esses títulos?