Preparação para o Natal

Árvore de Natal

Um dos grandes símbolos do período natalino, a árvore de Natal simboliza, segundo a tradição da Igreja Católica, a vida. Mas, em meio a dias de expectativa para a chegada das festas de fim de ano, ficamos nos perguntando: qual o dia adequado para montar a árvore?

A árvore deve começar a ser montada no Primeiro Domingo do Tempo do Advento, quando se inicia o tempo do advento para a Igreja. Vale lembrar ainda que a árvore não deve ser montada toda de uma vez: o ideal é acrescentar enfeites e adereços aos poucos, durante as quatro semanas do advento, que é, para os católicos, tempo de preparação.

A preparação da árvore deve ser intensificada durante a última semana que antecede o Natal. “Até o Segundo Domingo do Tempo do Advento , tudo ainda é muito sóbrio, mesmo nas leituras feitas nas missas do advento. É só a partir do Terceiro Domingo do Tempo do Advento que a Bíblia começa a falar do nascimento de Jesus, e se inicia um momento de maior expectativa. Esse é o momento, portanto, de intensificar a decoração da árvore”, afirma.

Presépio

A montagem do presépio, também tradicional em tempos de Natal, deve seguir a mesma linha da preparação da árvore de Natal. “Aos poucos, pode-se começar a montar a gruta, colocar os animais e os pastores, mas Maria, José e o menino Jesus devem fazer parte do presépio apenas mais próximo do Natal”.

O presépio foi uma invenção de São Francisco de Assis para lembrar a simplicidade e as dificuldades enfrentadas por Maria e José no nascimento de Jesus. A orientação para quem pretende seguir a tradição católica é não sofisticar os presépios com luzes e enfeites.

É muito importante envolver as crianças na montagem dos presépios, e o ideal seria que eles fossem feitos nas próprias casas, pelas crianças, para que eles percebam o real sentido do Natal.

Hora de desmontar

Tradicionalmente, o dia de desmontar a árvore de Natal, o presépio e toda a decoração natalina é 6 de janeiro, o Dia de Reis. É nesse dia que três magos, pessoas sábias, encontram o menino Jesus e ele é então revelado a todas as nações. Termina então o tempo de Natal, o tempo de expectativa, e começa o tempo comum para a Igreja.

Coroa do Advento

Um dos grandes símbolos do Natal para a Igreja é a coroa do advento. Formada com ramos verdes e em formato de círculo, a coroa simboliza a unidade e a perfeição, sem começo e sem fim. A coroa representa o nascimento do rei. Em cada um dos quatro domingos do advento uma vela é acesa. Com a proximidade do nascimento de Jesus, a luz se torna mais intensa, e é o Natal enquanto festa da luz que celebramos.

(Fonte)

Anúncios

Eu amo ser catequista!

semeandocatequese

A minha turminha de catequese tem 27 crianças com idade entre 07 e 09 anos. São muito pequenos, portanto preciso ser criança como eles, falar a linguagem deles.  A gente sempre brinca, canta, faz desenho e conversa bastante.

O tema do encontro de ontem, apesar de estarmos em junho, foi o nascimento do Menino Jesus: o Presépio, o Natal, a Família de Nazaré… (estou seguindo a sequência do livrinho deles).

Aqui fui eu tentando desenhar no quadro o diálogo de Jesus e Maria quando se reencontram no templo:

IMG_20160626_112552

Além do tema do livro, aproveitei para falar um pouco sobre a Missa, pois eles ainda não conseguem se concentrar e entender o grande momento de oração que é a Santa Missa e, como estou fazendo um curso de liturgia na paróquia, aproveitei para antecipar este tema também com eles.

Li essa historinha:

A FESTA DO CEBOLINHA

Você também foi convidado para a festa de aniversário do Cebolinha. Preste muita atenção em tudo que acontece, depois nós vamos ver que a Missa é uma festa também!

FESTA DO CEBOLINHACebolinha está muito feliz! É seu aniversário!
Ele convidou muitas pessoas para sua festa.
Dona Maria Cebola, a mãe do Cebolinha, preparou tudo com
muito carinho: bolo, enfeites, mesa, músicas, brincadeiras…
Cada pessoa que chegava para a festa era recebida com alegria pela família, deixando todos muito à vontade.
O Cascão e o Cebolinha estavam de mal por causa de uma briga no futebol, mas Cascão aceitou o convite do amigo e quando chegou à festa, abraçou o Cebolinha e pediu desculpas.
As pessoas estavam animadas e conversavam sobre suas vidas, sobre os acontecimentos da última semana, sobre seus problemas e suas alegrias. Então, o Seu
Cebola, pai do Cebolinha, começou a contar coisas de quando ele ainda era bem pequenino. Falava com orgulho de como o seu filho era esperto, bonzinho, inteligente…
Muitas pessoas começaram a abraçar o Cebolinha, desejando-lhe feliz aniversário, tudo de bom e que Deus lhe iluminasse e lhe cobrisse de bênçãos.
O Cebolinha ganhou muitos presentes. As pessoas que chegavam, vinham lhe ofertar seu presente com um grande sorriso de felicidade.
Sua mãe trouxe um bolo lindo e colocou sobre a mesa, junto com os refrigerantes.
Cebolinha estava abrindo seus presentes, cada um lhe dava mais alegria que o outro…
Então, ele olhou para sua mãe e falou:
“Lembla, mãe? No ano passado a vovó estava aqui também. Agola ela já está lá no céu, e eu sei que um dia nos vamos nos encontlar com ela, junto com Nossa Senhola, os anjos e os santos… Por falar em santo, que bom que o Padle João veio, né mãe?”
“É mesmo Cebolinha. Ele batizou você quando ainda era um bebê e agora tá aqui festejando seu aniversário!”
Chegou a hora de cantar PARABÉNS. Todos ficaram de pé, se aproximaram da mesa
e cantaram com entusiasmo.
Partiu-se o bolo e serviu-se o refrigerante. Todos comeram e beberam. Estava uma
delícia!!!
Cada um que ia embora agradecia a família pela festa, pela receptividade, por tudo.
E se despediam com um sorriso e um até breve.
No dia seguinte, Cebolinha foi brincar com seus presentes. Então, ele viu que tinha
muitos, muitos brinquedos e resolveu dar alguns deles para o Cascão.

Depois contei que a Missa também é uma grande festa para nós, comparando com a festa da historinha teremos:

missa festa

Eu perguntei para eles se alguma coisa tinha mudado nas suas vidas desde que começaram a frequentar a Catequese…  Eles disseram que sim, que passaram a ajudar mais a mamãe em casa, a respeitar os outros e a não fazer coisas erradas na escola. Eu fiquei muito feliz e disse que a Missa e a Catequese nos tornam Missionários e temos que levar aos outros que convivem conosco as coisas que aprendemos na Igreja.

Então entreguei uns coraçõezinhos, feitos com EVA e com um pedacinho de ímã atrás e pedi que eles colassem na geladeira da casa deles, sem falar nada, para ver quem iria reparar no recadinho de Deus para eles. No próximo encontro vão me contar qual a reação da família…

Vejam como ficaram:

IMG_20160626_071332 IMG_20160626_071240

As frases foram essas:

  • Jesus te ama! E eu também!!
  • Converse com Deus. Ele é seu melhor amigo.
  • Sinta-se especial.
  • Deus ama você.
  • É bom ser importante,  mas é mais importante ser bom.
  • “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei.” Jesus Cristo
  • Lembre-se sempre de Deus, pois Ele nunca te esquece…
  • O Senhor é meu pastor, nada me faltará. (Sl 23,1)
  • Seu sorriso pode ser a semente de um mundo mais feliz!
  • Confia no Senhor com todo o teu coração. (Pr 3,5)
  • A amizade é uma benção de Deus.

(A historinha e as frases encontrei nesta apostila aqui)