Vim a este mundo para ser feliz – Dinâmica

É muito gratificante quando a Comunidade se une para trabalhar em prol de um bem comum, independente da pastoral ou movimento a que pertence. Foi o que aconteceu conosco esta semana, em recente reunião com o Grupo de Escuta, foram discutidas as situações de morte que rondam nossas crianças e adolescentes (baleia azul, 13 razões…). Daí saiu a ideia de fazer algo com a Catequese no sentido de valorizar a vida.

Segue a sugestão de atividade que eles nos enviaram e que serão aplicadas nas turmas, adaptando a cada realidade e faixa etária:

Dinâmica: Vim a esse mundo para ser feliz!

Tempo estimado: 50 minutos

I – Divididos em 5 grupos:

Cada grupo terá um líder que fará as seguintes perguntas:

  1. a) O que eu mais gosto de fazer? Por quê?
  2. b) Quais são as minhas principais qualidades?

Depois de escrito, todos conversarão sobre as atividades, as qualidades, o que podemos melhorar.

Depois do momento debate, responder a mais duas perguntas?

  1. c) O que eu mais gosto de fazer com a minha família? Por quê?
  2. d) Quais são as principais qualidades que eu admiro nos meus amigos? Por quê?

Depois de escrito, todos conversarão sobre as famílias, sobre os amigos.

II – Cada papel contendo as respostas dos catequizandos será preso num cartaz com o título ‘Vim a esse mundo para ser feliz’. Assim todos poderão ler as opiniões de todos. Dar 1 minutinho para que eles possam mesmo olhar um os dos outros.

III- Um líder falará com todos ao mesmo tempo sobre a importância de valorizar a si mesmo, cuidar de si, ter amor próprio, fazer amigos…. De maneira breve e objetiva.

IV- Para encerrar, será feita a dinâmica: “Minutos de alegria”. Cada um receberá um papelzinho e deve escrever uma mensagem de incentivo sem assinar seu nome. Dar exemplos: Seja feliz! Acredite em você mesmo! Confie em Deus! Ame-se! Você é muito legal! Você é um grande amigo!….

Cada um que for terminando vai entregando a mensagem que será colocada numa caixinha. Ao fim, cada um vai “sortear” uma mensagem e levará com isso para casa como uma forma de se manter sempre animado e lembrar: ‘Vim a esse mundo para ser feliz’
Autoria: Grupo de Escuta – Paróquia Divino Salvador.
Bibliografia: 13 Reasons Why; página do Facebook Baleia Rosa.

Santíssima Trindade – dinâmica

3-estados-da-agua
Objetivo: Mostrar a Santíssima Trindade, sob a ótica da água.

Tempo Estimado: 30 minutos.

Introdução

Não existem palavras nem expressões capazes de ilustrar alguma coisa que transcendam o universo criado.

Portanto, utilizarei comparações e sinônimos do nosso mundo físico. Peço-lhe que seja benévolo com as minhas limitações de comunicação.

O conceito foi um mistério através dos séculos e é então enunciado com uma pergunta: Como é possível que haja um só Deus, mas ao mesmo tempo que sejam Três Pessoas Divinas e diferentes?

Vejamos: Um só Deus “está composto” de uma Substância Divina e única. Este Deus único manifesta-se em três Pessoas Divinas. Quer dizer: Uma substância em Três Pessoas: Três Manifestações.

DETALHE: Uma Substância Única

Utilizemos a comparação química: A molécula do composto chamado “Água”, está formada por três átomos: dois átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio. A fórmula química é: H2O. Quando dois átomos de hidrogênio se combinam quimicamente com um átomo de oxigênio para criar uma molécula, a substância que daí resulta, é sempre a mesma e única: Água [H2O]. Esta substância única tem um conjunto de propriedades físicas e químicas que não se encontram noutro composto.

Três Manifestações

A água [H2O] pode estar no estado gasoso, estado líquido ou estado sólido. Quer dizer, manifesta-se nos três estados de acordo com a pressão e a temperatura do meio ambiente em que se encontre. Isto tudo acontece sem deixar de ser a mesma e única substância: Água [H2O].

A Comparação

O estado normal da água é aquele que se manifesta quando se encontra em condições normais (temperatura ambiental e pressão atmosférica a nível do mar), então, a “Manifestação Normal” da água [H2O] é o “Estado Líquido”‘.

Consideremos então esta comparação: Deus Pai = “Manifestação Normal” = “Estado Líquido”; portanto “Manifestação Concreta” = “Estado Sólido” de Deus Pai, é Jesus Cristo; por isso, “Manifestação Espiritual” = “Estado Gasoso” de Deus Pai, é o Espírito Santo. Uma Substância, Três Manifestações Diferentes.

Sob determinadas condições de temperatura e pressão, a água [H2O] manifesta-se simultaneamente (em perfeito equilíbrio termodinâmico) em três estados: gasoso, líquido e sólido.

Tanto a água no “Estado Sólido”, como no “Estado Gasoso” provêm da água no “Estado Líquido”. Portanto a esse estado regressam.

Comentários

O Divino sempre se reflete no mundo físico. Portanto o conceito Trino manifesta-se nos três estados físicos: Sólido, Líquido e Gasoso.

O homem tem a semente das duas pessoas do Deus Trino. O homem foi criado à imagem de Deus mas só será completamente realizado quando regressar ao Pai.

A semente do Espírito Santo é desvendada no Batismo. Esta semente, se for cuidadosamente cultivada, frutificará nesse ser humano sob a forma de um espírito à imagem do Espírito Santo.

Quanto mais profundamente o homem viva a Palavra de Deus mais se assemelhará à “Palavra (O Verbo) Encarnada”, a imagem do Filho.

Mas para chegar a manifestar-se completamente no homem a “Imagem do Deus Trino”. o terceiro componente só pode conseguir ao regressar ao seio do Pai.

O homem foi feito à “Imagem de Deus”. Uma Imagem de um espelho ou projetada nunca pode ser tão perfeita como a “Original”. No entanto, quanto mais perfeito for o espelho ou a projeção, mais fiel será a “Imagem” ao “Original”.

Ele “…se é perfeito como o Pai é perfeito…” chama-nos a aperfeiçoar os nossos ‘espelhos’ o mais possível, para que a ‘Imagem’ refletida por nós seja a mais perfeita possível. Mantendo em mente que, uma ‘Imagem’ sempre ser uma ‘Imagem’, não importa o grau de perfeição, porque…”Quem é como Deus?”

Quando Nosso Senhor Jesus Cristo disse que vendo-o a Ele, era como ver o Pai, o que Ele lhes dizia era que: Ele não é uma ‘Imagem’, Ele é a mesma substância, portanto, não é diferente do Pai porque Ele próprio é Deus!.

Originalmente publicado a nível mundial em Inglês em Maio de 1994. Nazaré, Portugal.

Arquidiocese de Teresina Paróquia São Sebastião Catequese Paroquial

(Fonte)

A nossa parte – dinâmica

Participantes: Indeterminado (todos os que estiverem participando)

Tempo Estimado: 30 minutos.

Material: garrafa plástica transparente de 2 litros vazia, tampinhas da garrafa (quanto maior o número de tampinhas mais rápido se transcorre a dinâmica) e água o suficiente, leia a preparação.

Objetivo: Mostrar que se cada um fizer a sua parte, tudo pode ser transformado (Essa dinâmica também pode ser usada para mostrar a importância de cada um dentro da Igreja).

Preparação: Você deve em casa preparar o material, pegue a garrafa plástica transparente (essas de refrigerante de 2 litros), corte-a ao meio, iremos utilizar a parte de baixo para depositar a água. Digamos que essa dinâmica será entre 40 participantes, então com ajuda da tampinha vá adicionando água na parte que você cortou até completar as 40 tampinhas de água. Observe até onde irá encher de água a garrafa que você cortou. Sugiro que você marque um pouco acima (um centímetro) e corte novamente, deixando uma margem pequena para não transbordar a água.

Descrição: Coloque a parte da garrafa que você cortou sobre uma mesa e peça para que um dos participantes encha a tampinha com água e deposite essa água na parte da garrafa cortada. Mostre a todos que quase nem se percebe a quantidade de água que está ali. Agora peça para que todos os participantes adicionem também uma tampinha com água na parte da garrafa cortada.

Quando todos terminarem, mostre como encheu a garrafa cortada que quase chegou a transbordar.

Conclusão: No início ninguém deu valor a pouca quantidade de água que ali estava, mas depois cada um também fez a sua parte e aquele pouquinho (a tampinha cheia de água) acabou se tornando muito. Sendo assim temos que fazer a nossa vez e conscientizar a todos que também devem fazer o mesmo. Adicione o seu comentário baseando nisso e conclua a dinâmica conforme a sua necessidade.

Dinâmica criada por Anderson – Paróquia Imaculada Conceição da Vila Rezende – Piracicaba SP.

(Fonte)