Catequista: arauto de Cristo Rei

(Vandeia Ramos)

Interessante de nós notarmos que muita gente, ainda hoje, considera que, quanto mais rica e ornada a igreja, melhor expressa a glória de Deus. Para os hebreus, que não conheciam muita coisa além da Palestina, o Templo de Jerusalém era deslumbrante, brilhando com a luz do sol, como se a grandiosidade de Deus estivesse diretamente relacionada à riqueza do Templo.
No entanto, no ano 70 d.C., o Império Romano invadiu Jerusalém depois de uma revolta, e colocou o Templo abaixo, junto com a vida de mais de um milhão de judeus. Tudo o que lhes era mais caro, centro da fé, habitação de Deus na terra, foi destruído. Deus teria sido junto? Onde estaria Deus no meio da confusão? Não é o que perguntamos quando acontecem coisas difíceis, nem esperadas nem desejadas? O que fizemos de errado? Ou será que colocamos nossa atenção no brilho efêmero?
Muitas vezes temos um olhar romântico e idealista sobre a vida, sobre a realidade. Acreditamos que tudo caminha para um final feliz, como um conto de fadas. Só que sabemos que a convivência humana não é tão simples assim. As histórias terminam no melhor momento. Nós também teremos uma Vida de Eterna Felicidade. Mas antes precisaremos estar prontos para ela, fazer uma escolha firme, em um “sim” constante e perseverante.
Isso significa que considerar conflitos como cotidianos é algo razoável, ainda que não sejamos nós a fomentá-los. Sabemos que a busca de poder e posições sociais, políticas e econômicas suscita jogos de interesses, em que alguns desejam dominar a tantos. E isso termina em guerras, prisões e diversas situações.
Só que temos a promessa de, fazendo o que é o melhor, a vontade de Deus, Jesus estará sempre conosco e, em situações difíceis, o Espírito Santo nos inspirará. A quem temeremos? Não significa que será fácil, e sim que precisamos ser firmes quanto ao que acreditamos e nossa opção fundamental por Deus.
Israel passou pelo cativeiro da Babilônia e, quando voltou para Jerusalém, muitos foram cuidar dos próprios interesses, deixando a reconstrução do Templo, e consequente identidade enquanto povo, de lado. Isso significa que os conflitos ficaram acirrados, com disputa por terras, espaço para construção da moradia e postos de liderança perante o povo. O sentido da vida estava fragilizado. O profeta Miquéias nos lembra que estas preocupações cotidianas só têm sentido se forem voltadas a partir da justiça, o que se refere à centralidade em Deus.
São Paulo nos vai indicar que o caminho é o serviço comunitário. Na espera da volta de Jesus, alguns queriam se aproveitar e não trabalhar. Mas queriam usufruir do fruto do trabalho dos demais. Com a Criação, Deus nos deu tanto, mas na orientação de cultivar e guardar. Não é para uso egoísta, e sim pelo bem de todos. Neste dia do Pobre, nós temos a preocupação com os que não têm condições de garantir o próprio sustento e que comumente são espoliados de condições dignas de vida. Tudo o que Deus dá é para todos, e não é justo que tantos fiquem sem acesso ao mínimo.
Dos anawin, os que deixaram tudo para seguir Deus, temos sua direção: aos que mais precisam, condição da justiça e da paz. E Jesus vem nos ensinar o caminho. Não para ser deixado para depois. E sim agora, já. Pois não sabemos quando o noivo vem.
O Ano Litúrgico se encerra na semana que vem. A Liturgia anuncia que o Retorno está próximo. A justiça que não fizermos, teremos que prestar conta. Entre o Jesus Juiz e o Jesus Amigo, como nos colocamos?
Precisamos ser modelos de serviço para nossos catecúmenos. Através de nós, Jesus manifesta sua Justiça. Comecemos o quanto antes a anunciar Cristo Rei do Universo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s