Fazer da vida um canto de louvor

(Vandeia Ramos)

Você já parou para pensar o que está fazendo aqui? Por que trabalha exatamente no lugar em que está, estuda, na família, nos grupos em que faz parte…
De vez em quando a gente fica olhando ao redor e pensando que a situação que vivemos é muito além daquilo que somos. E reconhecemos que não nos escolheríamos para as responsabilidades que temos. Tem tanta gente por aí melhor que eu para enfrentar tanta dificuldade… E por que eu? Se tantas vezes só observo e tenho a consciência de que não tenho a capacidade que é necessária para resolver os problemas que estão à minha volta…
É quando Deus nos responde: “Vai profetizar para Israel, meu povo” (Am 7, 15). Vai ser minha presença na sua família, minha família. Vai ser minha presença no seu trabalho, minha messe. Vai ser minha presença na escola, minha vinha. Vai ser minha presença onde eu te mandar. Não é você que vai resolver os problemas. Não estou te mandando para resolver nada. Não estou te enviando para ser a salvação do mundo. Isto é para Meu Filho. Estou te enviando para estares onde Eu estiver (Jo 14, 3).
E onde Deus é presente, a paz é anunciada, a Verdade e o amor se encontram, a justiça e a paz se abraçam. É pela presença do justo que Deus mostra sua bondade para com os seus. E a gente pensa: é muita coisa para mim. Quem sou eu, Senhor? Ou então a gente se recolhe na nossa humildade de servos e responde: “Faça-se em mim segundo a vossa palavra” (Lc 1, 38). É uma escolha humilde entre deixar Deus agir e o orgulho em se achar tão tão que Deus seria incapaz de agir.
É esta mesma humildade que nos leva à vida em comunidade. Sozinha não consigo. Então preciso da missa, da confissão frequente, de aprender a ser um “vaso novo”, luz nas trevas, fermento na massa, sal no mundo. Não são opções para um cristão. São realidades vivas que nos tornamos.
E assim somos enviados a cada final de missa: “Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe!” Sem levar nada, na confiança de que Deus nos fornecerá o que nos for necessário. Que o Espírito Santo falará por nós. O caminho de uma semana pela frente. Como presença de Deus, tornamo-nos os que fazem diferença. Somos mediadores nos conflitos, silêncio que grita que há Alguém a ser olhado primeiro, mártires que se ofertam no dia a dia para que Deus seja glorificado.
Com a nossa presença, um sorriso, um cuidado com o outro, um abraço, um acolhimento, vamos sendo instrumentos na cura de tantas dores no mundo. Com nossa presença, o Bem de Deus se manifesta.
Assim, podemos todos cantar em nossas dificuldades: Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s